Emagrecer Só Com Dieta é Possível?

As 7 Receitas De Smoothies Saudáveis Para Perder gordura


A frase que parece ter saído da ficção é repetida rotineiramente no consultório da psicóloga e hipnoterapeuta cognitiva Vânia Calazans, em São Paulo. Ela utiliza a hipnose na terapia para auxiliar pacientes que apresentam problemas em preservar uma dieta de redução de peso. Segundo Vânia, a hipnose nada mais é que um estado de relaxamento que trabalha com o lado do cérebro causador da imaginação. A divisão responsável pela atenção e concentração fica em descanso, contudo não é ‘desligada’, o que deixa a pessoa consciente durante todo o processo”, diz.


A hipnoterapeuta explica que no decorrer do transe hipnótico, o cérebro domina o que está sendo sugerido como real. É parelho com um sonho. Vários choram, transpiram e o coração acelera durante o tempo que estão sonhando. As sensações são muito semelhantes”, explica. Nestes casos, a hipnose tem o intuito de proteger o paciente a resistir a tentações específicas, como sorvetes, batatinhas ou bolos consumidos compulsivamente.


Outra aplicação mais avançada da hipnose, segundo Vera, é pra que o paciente acredite que há um balão intragástrico dentro do estômago. O balão real preenche o estômago e a pessoa não consegue mais ingerir muito. Esse, no entanto, é imaginário, ‘inserido’ por meio da hipnose”, explica. A artesã Andrea Frige a todo o momento teve dificuldades pra perder peso e afirma que conseguiu apagar o tamanho do prato após atravessar por uma sessão hipnótica que simulava a introdução de um balão dentro do estômago. Pela hora que entrei no transe hipnótico, foi uma coisa muito natural.


http://www.flyingisfunbut.com/tricks-about-quitoplan-you-wish-you-knew-before/
  1. Vinte e um- Contrate um personal trainer caso não tenha experiência nenhuma
  2. Um iogurte desnatado
  3. Adoçantes artificiais
  4. Promove a saúde do coração
  5. dois Ascensão e o Cinturão dos Pesos Pesados
  6. um berinjela crua + dois litros de água + 4 limões

Meu organismo todo relaxou e eu não me assustei, nem sequer fiquei com temor. Depois que começamos a técnica, vi que era muito mais simples do que imaginava”, diz Andrea. Andrea conta que antes do dia que foi hipnotizada e o balão imaginário foi ‘inserido’ no estômago, ela de imediato vinha seguindo muitas ‘lições de casa’, motivadas na terapia cognitiva comportamental. Elas consistiam em escoltar a rotina de comer de 3 em três horas e agrupar hábitos saudáveis no dia-a-dia, como a prática de atividade física.


No dia da “operação” de Andrea, Vânia preparou o consultório como se fosse um centro cirúrgico e colocou um CD que simulava sons de uma operação. Tu podes visualizar outras conteúdos disto veja o site .Fiquei deitada pela maca e ela dizia que o médico estava entrando, que os enfermeiros estavam ali e que eu estava tomando a anestesia. No momento do anestésico, ela colocou o dedo pela porção interna do meu cotovelo e pressionou.


veja o site

Depois disso, ela argumentou que eu estava sentindo a anestesia entrar no corpo”, conta Andrea. Para Andrea, esse foi o instante mais estupendo da “operação”, pois, bem que nunca tenha tomado uma anestesia na existência, conseguiu idealizar o trajeto do líquido pelo organismo. É engraçado visto que, se bem que eu tivesse plena consciência de que tudo aquilo que estava acontecendo não passava de uma simulação. Não senti a picada da agulha, porém senti a tristeza que a picada me provoca.


Eu senti o meu corpo começar a formigar, como se a anestesia estivesse fazendo efeito”, explica. Após a simulação da anestesia, é a vez de "incorporar" o balão no estômago. Em operações reais, ele é posicionado a partir de um procedimento endoscópico. Na hipnose, de acordo com a psicóloga, não é preciso tal rigor com a realidade.


Andrea conta que Vânia pressionou seu umbigo e falou que o balão tinha acabado de entrar no estômago, começando a inflar lá dentro. Acabei de terminar sentindo como se tivesse algo cheia dentro de mim. Quando eu como, parece que não cabe mais tanta comida no estômago. O inconsciente registrou que a simulação era verdade e não me deixou ter aquele impulso de comer”, explica Andrea, agora com dezesseis quilos a menos.



Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *